Foi difícil, mas o Atlético-PR conseguiu vencer o Sport neste domingo, na Arena da Baixada, pela 30ª rodada da Série A. O Furacão saiu na frente com Lucho Gonzalez, Diego Souza empatou, mas, já no final do duelo, Felipe Gedoz garantiu o triunfo de pênalti. 2 a 1 para a equipe paranaense, que sobe para 41 pontos e se mantém na 9ª posição. O Leão ficou em 14º e segue ameaçado pela zona de rebaixamento.

Na próxima rodada da Série A, o Sport enfrenta outro paranaense. Recebe, no domingo, às 18h (de Brasília), o Coritiba. Um dia antes, o Atlético-PR visita a Chapecoense. O jogo acontece às 21h.

Na etapa inicial, o Atlético-PR tomou a iniciativa do jogo e atacou mais. O Sport teve dificuldades para trocar passes e sair jogando e atacou pouco. O Furacão criou mais chances – mas o placar não foi alterado. Magrão salvou o Leão em uma boa cabeçada de Douglas Coutinho e conseguiu levar o empate para o intervalo.

Na etapa final, o Atlético-PR se manteve com mais posse de bola e com mais presença no campo de ataque. Não criou tanto, mas conseguiu abrir o placar com Lucho González, que fez um golaço. Atrás no placar, Vanderlei Luxemburgo mandou o time para frente. TIrou um volante e colocou Rogério, que entrou bem e sofreu pênalti. Diego Souza converteu e empatou. Do outro lado, porém, Fabiano Soares colocou Felipe Gedoz. Como Rogério, ele incendiou a partida. Sofreu pênalti no final e converteu, definindo o placar para o Furacão.

Felipe Gedoz só entrou no segundo tempo, mas resolveu o jogo. Foi ele que sofreu e converteu o pênalti que deu a vitória ao Atlético-PR. Além disso, já no finalzinho, deu lindo passe para Ribamar, que só não fez o terceiro por conta de um milagre de Magrão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here