A deputada estadual Juliana Moares Souza (PMDB), que participou e se colocou contra a aprovação do Projeto de Lei do governador Wellington Dias (PT), que impõe o aumento de impostos sobre os serviços e produtos no Estado do Piauí, falou esta semana sobre o assunto e afirmou que não desistirá da causa.

Ela falou sobre uma reunião em juntamente com o presidente da Federação das Indústrias do Piauí (Fiepi), Zé Filho e com representantes de empresas e indústrias, tiveram em Teresina, quando tentaram convencer o governo a retirar o aumento dos impostos sobre a energia elétrica. No entanto, devido o governo ter maioria, o projeto foi aprovado, mas que na próxima terça-feira (31), haverá outra reunião na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde os parlamentares da oposição poderão apresentar modificações ao projeto.

Quanto a sua luta a cerca da reforma da Ponte Simplício Dias da Silva, ela disse que na semana passada abordou o tema em plenária durante sessão na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), sendo que o deputado Dr. Hélio tentou confrontá-la, dizendo que a obra estava sendo tocada com agilidade, fato que ela de fato rebateu.

“Mostrei pra ele que semana passada só tinham duas pessoas trabalhando na reforma da ponte, enquanto ele disse que tinham 40. Então falamos que as coisas não podem ser empurradas para os parnaibanos da forma que eles querem. Estamos falando do trânsito da região de Ilha Grande e o comércio e a vida das pessoas que lá moram não pode ser prejudicada”, cobrou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here